CARLOS SILVA E SOUSA FALECEU. O ALGARVE FICA MAIS POBRE

Carlos Silva e Sousa

23/02/2018

Carlos Silva e Sousa, faleceu ontem, quinta-feira, 22 de fevereiro, aos 60 anos, vitimado por um ataque fulminante, por volta das 22h00, em casa. Todos fomos apanhados de surpresa. Partiu muito novo. Quando ainda tinha tanto para dar à causa pública.

Militante do PSD há mais de três décadas, a sua ação política foi principalmente visível no concelho de Albufeira, onde ao nível autárquico ocupou os mais relevantes lugares. Primeiro como vereador, na década de noventa do século passado, foi depois presidente da Assembleia Municipal, por três mandatos consecutivos, entre 2001 a 2013, a que se seguiu uma candidatura à presidência da Câmara Municipal, a qual presidia desde 2013 até à presente data.

Mas a sua atividade político partidária também se fez sentir no Algarve e no país, porquanto foi um regionalista convicto e um dirigente político regional ativo, tendo ocupado lugares da maior relevância, onde sempre teve um cunho muito pessoal e convicto nas suas intervenções, e deputado à Assembleia da República na XII Legislatura (2011 – 2013) e membro do Conselho Nacional do PSD.

No plano mais pessoal, recordamos ainda a sua importância enquanto produtor vitivinícola regional, a sua longa carreira como advogado e ainda de ter sido Vice-Cônsul de S. Tomé e Príncipe e Cônsul da Lituânia.

A terminar esta mensagem de dor e pesar, o PSD/Algarve não pode deixar de manifestar ao homem e à família enlutada, bem como aos seus muitos amigos, dos mais diversos quadrantes políticos e sectores da sociedade civil, o enorme sentimento de perda que a partida de Carlos Silva e Sousa nos deixa. Salientando que o tempo irá certamente fazer-lhe a merecida justiça e recordá-lo como um dos mais importantes autarcas algarvios da sua geração.

 

 

A Comissão Política Distrital do PSD/Algarve 

Agenda

Canal de Vídeo

Newsletter