DEPUTADOS DO PSD QUESTIONAM O GOVERNO SOBRE O ADIAMENTO DAS INTERVENÇÕES NA PONTE DO GUADIANA

Ponte do Guadiana

12/01/2017

Os deputados do PSD eleitos pelo Algarve, José Carlos Barros e Cristóvão Norte, questionaram o Governo sobre o adiamento «sucessivo e inaceitável» das intervenções de manutenção e reabilitação da Ponte Internacional do Guadiana. 

 

Recorde-se que a intervenção estrutural na ponte e no viaduto de acesso à via tinha sido anunciada em setembro de 2015. De acordo com as Infraestruturas de Portugal, a empreitada ascendia a um montante de 13 milhões de euros a partilhar com Espanha em partes iguais, com base num projeto de execução aprovado pelos dois países no âmbito da Comissão Técnica Mista Luso-Espanhola. A verdade é que, não obstante ter sido anunciado o lançamento do respetivo concurso público em setembro de 2015 – e de, já mais recentemente, as Infraestruturas de Portugal terem assegurado que a empreitada teria início no terceiro trimestre de 2016 –, as obras ainda não começaram.

 

Os deputados do PSD questionaram igualmente o Governo sobre a situação do cabo de aço de um dos tirantes de sustentação do tabuleiro da ponte, que se encontrava partido e que justificara, em maio do ano passado, os protestos dos presidentes das Câmaras Municipais de Vila Real de Santo António e de Castro Marim, exigindo a reposição urgente das condições de segurança.

 

José Carlos Barros considera que o sucessivo adiamento da intervenção é inaceitável, «até porque estão em causa questões de segurança que não podem deixar de merecer prioridade».

 

Ainda de acordo com o parlamentar do PSD, «esta situação, lamentavelmente, é extensível a várias outras que atualmente se estão a verificar no Algarve, enquadrando-se num padrão de preocupante ausência de investimento público na manutenção e melhoria das infraestruturas regionais».

 

 

A Comissão Política Distrital do PSD/Algarve

Agenda

Canal de Vídeo

Newsletter