Orçamento de Estado prevê cortes nos hospitais do Algarve de 3%

02/03/2016

Cristóvão Norte, Deputado do PSD quer saber qual o modelo para a Região

Deputado Cristóvão Norte

O deputado do PSD, Cristóvão Norte, no debate do Orçamento de Estado travado com o Ministro da Saúde, afirmou que “ após anos em que quem estava na oposição, dizia que as opções eram de desmantelar o SNS na região, constata-se que se verificam cortes nos hospitais do Algarve”, rematando que “ desde 2013, com a criação do Centro Hospitalar, muitos montaram piquetes às portas das morgues, sem atender a razões clínicas, criando alarme social para fins partidários e mediáticos, o que não foi bom para a confiança no sistema, nem para utentes e famílias”.

Cristóvão Norte entende que importa conhecer o modelo que o Governo quer implementar no Algarve e se isso vai garantir a manutenção de valências, dizendo que “ esta redução de financiamento – designadamente o que está previsto para pessoal – não vai permitir combater um dos maiores problemas que é a crónica insuficiência de médicos, até porque reduzindo a verba, e conjugando isso com as 35 horas e o aumento das horas extraordinárias, o que parece é que se terá menos recursos humanos e não mais como se apregoava.”

O parlamentar, por fim, criticou a situação de incerteza em que se vive por não se saber qual o modelo a adoptar para o Algarve e assumiu que receia que a decisão a tomar possa colocar em causa o nível de diferenciação e colocar a região numa situação de mera referenciação em relação a Lisboa.

O Orçamento de Estado 2016 prevê menos 4,5milhões de euros para o Centro Hospitalar do Algarve.

Veja aqui a intervenção do Deputado Cristóvão Norte

Agenda

Canal de Vídeo

Newsletter