PSD Portimão apresenta propostas na Assembleia de Freguesia de Portimão para a criação de um “Parque Canino”,

18/04/2019

PSD Portimão apresenta propostas na Assembleia de Freguesia de Portimão para a criação de um “Parque Canino”, uma nova política de mobilidade com a implementação de “Zonas 30” no interior das urbanizações, bairros residências e zonas turísticas. Os sociais-democratas pedem ainda para que seja efetuada uma campanha de sensibilização contra o problema do estacionamento indevido que se verifica nalgumas zonas da cidade.

Sessão de Assembleia de Freguesia irá realizar-se no próximo dia 22 de Abril, pelas 21.30 horas no edifício da Junta de Freguesia de Portimão. 

 

Os autarcas eleitos pelo PSD Portimão à junta de freguesia de Portimão, entregaram nos serviços daquela junta duas propostas de recomendação e uma moção para melhorar a mobilidade, a segurança e a qualidade de vida dos fregueses de Portimão, bem como, dos animais de estimação destes.

Afirma Vitor Couto, autarca e secretário-geral do PSD Portimão, que “uma correta política de mobilidade deve ter como objetivo o equilíbrio entre a acessibilidade e a mobilidade tendo em conta a proteção quer do ambiente urbano quer dos utilizadores mais vulneráveis, colocando sempre as pessoas como elemento central do desenho urbano”.

Nesse sentido, recomenda o PSD Portimão que à medida que as zonas foram alvo de intervenções, se implemente gradual no interior das urbanizações ou bairros residenciais e nas zonas turísticas da freguesia de Portimão as denominadas “zonas 30”, procedendo a alterações urbanísticas que visem contribuir para a diminuição da velocidade de circulação para 30 Kms/h e incrementar a segurança dos peões nesses espaços, tais como a redução da largura das vias de circulação automóvel e o nivelamento dos espaços de circulação pedonal com os de atravessamento pedonal, garantindo assim simultaneamente espaço para a instalação de novas ciclovias e para a criação de novos lugares de parqueamento nas urbanizações mais carentes deste tipo de espaços.

Concluí ainda aquele autarca que o PSD pretende assim ver “alterado o paradigma da mobilidade reinante no município e abrir as portas a um modelo ajustado ao século XXI e que deve assentar na promoção da segurança, atratividade e funcionalidade do espaço urbano, para quem nele vive, trabalha ou visita”.

Em relação aos canídeos, recomenda o PSD Portimão a criação de um parque canino, onde aqueles animais possam interagir em liberdade com os seus donos, de forma natural e num ambiente seguro para todos.

A este propósito refere Ricardo Viana, autarca naquela freguesia, que “faz falta na cidade um espaço onde os Portimonenses possam levar a passear os canídeos, e lhes permita explorar, correr ou brincar, mantendo hábitos de exercício que tornam a vida de qualquer cão bastante mais saudável, tendo em conta que muitos dos animais citadinos vivem em apartamentos fechados durante quase todo o dia” concluindo que estes parques poderão ajudar à sã convivência entre todos os que frequentam os espaços públicos, bem como a segurança dos animais e das pessoas".

Por fim, o PSD Portimão propõe ainda que seja levada a cabo uma campanha de sensibilização dos condutores para o estacionamento indevido, principalmente visando os comportamentos que possam obstaculizar a circulação de viaturas de emergência, quer sejam policiais, dos bombeiros, de emergência médica ou outras de socorro, e dessa forma possam prejudicar o apoio e socorro às populações.

A este respeito, afirma o presidente da concelhia do PSD Portimão, Carlos Gouveia Martins, que “consciente que muitas das vezes estas situações surgem devido à escassez de lugares de parqueamento, junto das áreas habitacionais e comerciais da cidade como o que se verifica, por exemplo, nas urbanizações do Alto do Quintão ou na Horta da Raminha que são urbanizações mais recentes e cujo poder politico tinha a obrigação, e não o fez até à data, de acautelar este tipo de necessidade”, o PSD Portimão considera que “mais importante que a repressão através de coimas emitidas pelas entidades policiais deve agora o poder local procurar soluções que mitiguem o problema e sensibilizar os Portimonenses para os riscos que possam advir desse comportamento para as pessoas e para os seus bens”.

Comissão Politica do Partido Social Democrata da concelhia de Portimão

Agenda

Canal de Vídeo

Newsletter